Barcelona. Uma viagem. Um guia.


Já tínhamos partilhado convosco a nossa ideia de ultrapassar várias barreiras este ano (e fronteiras!). O aniversário aqui da menina foi o mote para mais uma viagem. Esta foi programada ainda no rescaldo de Salamanca. Estávamos cheios de energias, as memórias ainda estavam muito frescas! A vontade de continuar a conhecer o mundo manteve-se e esperámos por Barcelona com grande expectativa.

E Barcelona chegou ❤

COMO IR | Fomos de avião, pela Vuelling. Foi o voo de estreia da gaita. O voo foi nocturno e as luzinhas lá em baixo foram a distracção perfeita para a primeira abordagem às alturas.

ONDE FICAR | Optámos por um AIRBNB. Já tínhamos optado em Salamanca e Barcelona não foi diferente. A Mar recebeu-nos fora de horas do check-in. Foi super simpática em tê-lo feito! A casa da Mar é super central: fica a 15 minutos das Ramblas, tem metro à porta e uma panóplia de serviços de primeira necessidade a dar força à localização. Ficámos super agradados com o facto de a Mar nos ter colocado à disposição shampô, amaciador para o cabelo, gel de duche e protector solar!

TRANSPORTES PÚBLICOS VS ANDAR A PÉ | Barcelona foi a maior cidade que visitámos até ao momento. Tomámos consciência da sua extensão assim que saímos do avião. O aeroporto é 5 vezes maisor que o aeroporto de Lisboa. Fomos para casa da Mar de Taxi. Optámos por este transporte porque já chegámos tarde ao aeroporto e não queríamos que a nossa host adormecesse!
Fizemos Barcelona basicamente a pé mas, quando fomos ao Parque Güell optámos por alugar uma scooter eléctrica. A ECOOLTRA custa 25 cêntimos por minuto e é uma maneira super divertida de absorver a energia da cidade. Faz-nos ter os olhos bem abertos no rebuliço que é Barcelona.

COMO SE DESLOCAR NA CIDADE | A pé, de bicicleta e de mota. Barcelona tem uma série de pontos de recolha de bicicletas mas, pelo que percebemos, é necessário fazer um cartão. O que para o turista não é muito prático. Se puderem, optem pela ECOOLTRA. É barato e podem recolher e deixar a mota onde basicamente quiserem.

O QUE VISITAR |Sagrada Família, as Ramblas, o Mercado de la Boqueria, o Mercado de Born, o Bairro Gótico, a Catedral, a Santa Maria del Mar, o Mirante de Colombo, o Parque da Ciutadela e o Arco do Triunfo. Aproveitem o domingo para visitar o Museu de História de Barcelona (MUHBA) e o Museu Fréderic Marès; a partir das 15h são gratuitos.

ONDE COMER | Ficámos fãs do Mercado de La Boqueria. Dá vontade de comer T-U-D-O. Provem as batatas fritas em espiral, as tapas servidas em cone e ainda umas belas coxinhas de frango. Perto do Mercado de La Boqueria, visitem o Escribá que é, nada mais nada menos do que uma dessert store. Provámos um cheesecake de outro mundo e uns lábios de bourbon excepcionais. É quase impossível não ir a um Starbucks ou a um Costa coffee. Seja por o tempo estar quente ou frio, os pés vão pedir descanso. Aproveitem para reabastecer o corpo de líquidos ao mesmo tempo que dão descanso ao corpo.

Minimalismo a dois

Sem comentários:

Enviar um comentário