Telemóvel e minimalismo.



Nós não somos contra a tecnologia. Pelo contrário. 

Os telemóveis, por exemplo, são objectos bastante interessantes do ponto de vista minimalista. Para além de possibilitar o contacto com outrém a qualquer minuto, temos acesso imediato a diversos conteúdos sem adquirir informação física impressa ou mesmo audiovisual. Para além da informação, temos acesso a toda uma série de gadgets e plataformas que nos facilitam a vida do ponto de vista utilitário: calculadora, bloco de notas, relógio, despertador, email, câmara fotográfica.
Eu, por exemplo, não tenho relógio de pulso. Faz-me sentir controlada pelo tempo. Quando preciso de ver as horas recorro ao telemóvel. Despertador: alguém tem despertador em cima da mesa de cabeceira? Nós temos. Confessamos que temos mas é um objecto meramente decorativo. Quem nunca precisou de enviar um documento por email e utilizou o telemóvel para digitalizar o dito documento e o enviar logo de seguida? Que levante a mão aquele que nunca o fez.

Para além destes gadgets, é possível ter no bolso apps lúdicas e apps que podemos utilizar no trabalho. Para mim, o facebook e o instagram são ferramentas que utilizo diariamente no trabalho, para muitos de vós poderá ser para entretenimento ou estabelecimento de contactos. Confesso que tenho o velhinho Minesweeper para me distrair de vez em quando!
Uma das melhores coisas que aconteceu foi ter o banco no telemóvel. Porquê? Posso consultar o saldo, fazer pagamentos e transferências, tudo à distância de um clique. Aquela coisa de Ah e tal! tenho que ir ao multibanco... não existe! Isto para mim foi peanuts!

E a câmara fotográfica? Uma das muitas boas invenções nos telemóveis. Quantos de vocês tem álbuns e mais álbuns em casa cheios de fotografias? Atenção: não sou contra a impressão de fotografias. Como fotógrafa e, principalmente como pessoa bastante emotiva que sou, adoro ir mexer muito de vez em vez na minha caixa das fotografias. Mas a câmara fotográfica é genial! Podemos tirar fotografias a qualquer momento e ficar com as fotografias guardadas por tempo indeterminado. E melhor: se a fotografia ficar mal, podemos repetir a parvoíce. 
Claro que tudo isto parece um mar de rosas mas sabemos que é muito fácil ter muita tralha, muita informação a mais a distrair-nos. Quantas mais coisas tivermos no telemóvel, maior a possibilidade de o mesmo se tornar obsolento. 
Quantos de vocês têm as notificações de diversas plataformas sociais activas? Deixem-me imaginar: assim que ligam a internet, o telemóvel apita sem dó nem piedade. Certo? Senti isso diariamente durante dois anos consecutivos. Cheguei à conclusão que para me concentrar no trabalho e ter tudo direitinho, tinha que desligar essas mesmas notificações e vê-las de uma só vez. A realidade é que as notificações estavam a tomar conta de mim, dos almoços, dos jantares, de tudo.

Claro que existem vários lados negros na tecnologia, principalmente naqueles objectos que todos nós carregamos na mala ou no bolso, mas de momento quero pensar apenas nos prós. Quero acreditar que simplificando eles podem tornar a nossa vida muito mais fácil.











Minimalismo a dois

1 comentário:

  1. Os telemóveis principalmente fizeram com que tivéssemos maior facilidade em quase tudo. Com um simples click fazemos tudo, porém há muita coisa má. Cada vez mais há pessoas que não sabem estar nos lugares sem ser com o telemóvel na mão. Não sabem socializar nem falar corretamente, se não for por mensagens. Acredito que hoje em dia, os benefícios e malefícios estão equilibrados, mas desconfie que em breve os malefícios sejam bem maiorias que os benefícios. Adorei o post! Beijinhos

    www.bycarolina.pt

    ResponderEliminar